26 de mai de 2014

O que você se orgulha de ter feito? - Laboratório Yunus de Negócios Sociais

Tava chovendo. Tava frio. Aqueles dias de céu cinza, galochas e guarda-chuva - inconveniente - molhado dentro da bolsa.
Mas o 'calorzinho no coração' era forte. Fez a gente sair cedo e ir numa jornada de sonhos, ideias, força e vida.

Era dia de encontrar um monte de "malucos" (como muitos se autodenominam) para o laboratório Yunus de Negócios Sociais, realizado pela Taciana Abreu, no IPP - Instituto Pereira Passos, da Prefeitura do Rio de Janeiro.


Espera. O que é um negócio social?

22 de mai de 2014

Vermelho - a cor da vida, da força, da coragem.



Era uma terça-feira de Janeiro de 2014. A cidade, Brumadinho. Um pouco mais de 35 mil habitantes e o maior museu de arte contemporânea a céu aberto do mundo: Inhotim.
Foi um dia cansativo. Saímos do Rio antes de seis da manhã, avião, estrada de terra, arte - muita arte que consome, invade, explode, perturba, move. Eram seis da tarde quando batemos palma num portão simples de uma casa bege. Uma criança corre para nos receber, com um olhar de brilho, um tanto desconfiado - sem entender muito bem o que duas moças faziam ali, no começo da noite.

Sentamos no chão, contamos histórias, brincamos com cores.
Uma das meninas, com um pouco mais de três, pegou uma canetinha vermelha. Abriu. Acomodou na boca. E mastigou. 'Quero cor aqui', e apontou para o peito. . Imediatamente me lembrei de Clarice, com sua leveza e densidade quando descreveu Macabéia e sua necessidade de comer um pote de creme hidratante.

12 de mai de 2014

Ouse.



Ontem tava chovendo. Peguei um taxi, fechei meu guarda-chuva e coloquei entre meus pés, no chão.
O taxista, sem perceber minha ação, virou para mim e disse: a senhorita pode colocar seu guarda-chuva no chão por favor? E eu com a mesma gentileza respondi, 'não se preocupe, já coloquei'.
Ele me olhou pelo espelho com um sorriso honesto e disse: 'puxa, acabei de levar um sermão da moça que saiu. Pedi a mesma coisa e ela simplesmente disse que estava pagando pelo serviço, que poderia fazer o que ela quisesse dentro do meu carro. E não se impressione senhorita, está cada vez pior'. A moça deixou seu guarda-chuva molhado em cima do banco.