6 de jul de 2016

RJ - SP

A chave do Rio e a Chave de SP


Em Fevereiro desse ano a gente percebeu que precisava expandir. Subir um degrau na nossa história, dar um passo pra frente, crescer.


O nosso ateliê sempre foi como uma casa pra gente. Ele fica(va) num apartamento no mesmo prédio onde eu moro-ainda-até-semana-que-vem. São pequenos 27 metros quadrados de muito amor e carinho. Tudo funcionava aqui: produção, expedição, ideias, criações, sonhos e vida. 

Um pouquinho do nosso ateliê em Botafogo - RJ


A gente começou nossa empresa do zero, sem investimento financeiro e talvez sem saber bem o que queríamos ser. Em um ano (o de 2009) percebemos que vender por vender não era suficiente pra gente e então mergulhamos na busca, dentro de nós mesmas, do que pretendíamos fazer com a nossa empresa. Foram 2 anos de muito estudo ~ Tânia foi fazer formação em Arteterapia, enquanto Emika concluía seu doutorado em Urbanismo. 

Lolas de estamparia manual - como ela nasceu


E assim, num processo da vida, as coisas foram acontecendo e nossas ideias se fortalecendo. 
Entender que precisamos mudar não foi uma coisa muito fácil. Aliás, penso que toda mudança, mesmo que positiva, passa por processos difíceis.

Tuutu, o unicórnio otimista, foi com a gente em todas as nossas viagens para SP.


Desde que entendemos a necessidade da mudança, nós entramos num movimento de busca: por nós, pelo bairro, pelo que nós queríamos do espaço tanto na forma física quanto emocional. 

A saga: selecionamos alguns bairros, onde buscamos entender o movimento das pessoas, a chuva, o trânsito, o que o bairro propõe, o estilo de vida. Para o entendimento do espaço - físico e emocional - nós fizemos uma grande colagem, com tudo o que a gente queria: palavras, cores, imagens, sonhos; tudo valia.

Um caderninho que anotava nossos passos


Para anotar os desejos e as casas visitadas, escolhi um caderninho que eu escrevi 'Contém Futuro' na capa, ano passado, antes mesmo de imaginar que passaríamos por tudo isso nesse momento. Da lista de exigências: uma janela grande, muita luz natural e um espaço aberto onde pudéssemos ter um jardim. 

Nós visitamos 31 casas no total. Foram inúmeras idas e vindas, que sempre nos proporcionaram muitas reflexões, principalmente sobre ansiedade. Dessas 31 casas, uma tinha um ninho de barata bem à vista. Uma outra chovia mais dentro do que fora da casa. Da imobiliária? Um sufoco. Ninguém disse que seria fácil.

Um caderno de 2012, feito à mão, da Papelera Palermo - Para SP, com amor


Da ansiedade nasceu um outro caderno, que percebemos que nos ajudava a acalmar o coração. Era um caderno que compramos em 2012 na Papelera Palermo, em Buenos Aires. (acabei de descobrir que não existe mais. Agora se chama Alma Papelera: http://almapapelera.com.ar/) É um daqueles cadernos que a gente quer usar numa ocasião muito especial sabe?
Para nossa surpresa, tem escrito bem assim: " flores e muito sol (...) minha casa com todo carinho" na capa, com letra de uma criança pequena falando do seu amor pela sua casa.

Citrino, uma pedra solar para proteger os negócios


Durante a nossa busca, uma noite mandei um anúncio com uma mensagem pra Emika bem assim: encontrei a casa da Lola. E óbvio, eu não conseguia nem dormir, nem respirar, nem reagir. 

E sim, é para lá que vamos. 
Uma casa de janelas grandes, jardim e muita luz do sol. 

O mundo está (SIM) cheio de possibilidades


Nossa casa vai funcionar como ateliê, produção, base da loja online e também será aberta aos sábados, com hora marcada, para quem optar em fazer suas compras pessoalmente. Nossa previsão de abertura é para Setembro. Até lá nossa loja online estará fora do ar e nós, organizando a mudança e a casa. 

É uma alegria imensa compartilhar tudo isso com você. Sim, nossos corações estão em festa e você, nosso cliente, faz parte de tudo isso.

Acompanhe:
Instagram: @comlola
Snap: comlola 






Um comentário:

  1. Desejo que tudo esteja dentro dos sonhos de vocês, agora na nova casa. E que a loja on line volte logo. Forte abraço. Rosangela Barreto

    ResponderExcluir