1 de out de 2017

O telefone, a flor de lótus e o chinelo.

Não sei como começar este post.
Já apaguei. Reescrevi. Apaguei de novo.

Como colocar em palavras aquilo que vivemos e sentimos na pele, com o coração? - fato é que este post nasce para registro, aqui, de uma memória que não se pode apagar. Um post para renovar as esperanças, um post que fará reflexão - que pode ser profunda ou não - só depende de você.

Acontece que essa história também é sua. Você faz parte dessa história.

Fato também é que algumas pessoas pediram esse post - "Tânia, por favor, escreva sobre isso".

Então, aqui estou.









21 de set de 2017

não, não somos todos iguais.

reforço, contorno, bordas, limite. Ser perfeito. Estar no padrão.


Nós bem sabemos, e já vamos preparadas - emocionalmente; em toda ação de doação #brincandocomLola algo inédito ocorre. Acontece que, aqui em São Paulo, vivemos um 'ineditismo recorrente'.

fronteiras - eu e o outro - limites

31 de ago de 2017

oito anos

oito: o equilíbrio cósmico, a prosperidade, a completude, o sagrado. O número da criatividade. O espaço entre o céu e a Terra. A justiça, a renovação, a libertação; os oito caminhos de Buda. O despertar da consciência. Um novo começo em um plano mais elevado.

Eu, tânia piloto e emika takaki no painel do nosso jardim  

27 de jun de 2017

Pausas com Lola




De 2013 para 2017.
Pausas ...com Lola são oficinas afetivas que nasceram em 2013, no primeiro ateliê, em Botafogo, Rio de Janeiro.

Hoje, trazemos as pausas para o ateliê em São Paulo e inserimos o jardim, o céu, a casa e o tempo.


Pausa: 1. Breve interrupção; 2. Descanso, intervalo.

Qual a sua inquietude? O que te move? Qual o certo? Por que estaria errado?  
Pausas para criar, para falar, para desbloquear.
Para trocar, para experimentar, para aprender.